Vídeo: a mentira sobre o rombo na Previdência Social

Segundo auditores fiscais da Receita Federal,  responsáveis pelo combate às fraudes e pela fiscalização das contribuições sociais da União, a Previdência Social não é deficitária como alega o Governo Federal. Um vídeo publicado no site Nós Somos Auditores Fiscais, do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (SINDIFISCO Nacional), revela que não existe um rombo na previdência e sim um desvínculo anual por parte do Governo.

Segundo o Governo Federal, a Reforma da Previdência Social é necessária devido o rombo causados aos cofres públicos. O Executivo afirma que em 2015, o déficit da Previdência foi de R$ 89 bilhões e subirá para pelo menos R$ 133 bilhões em 2016; atingindo R$ 168 bilhões em 2017. Diante dessa inverdade, os Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil não devem permitir que tal informação ganhe força.

Os auditores explicam que, na verdade, em 2015, o Governo Federal arrecadou para a Seguridade Social R$ 700 bilhões e foram gastos R$ 688 bilhões. No mesmo ano, foram desvinculados para outras finalidades cerca de R$ 66 bilhões da previdência, saúde e assistência social. Com base nisso, os auditores afirmam que a Previdência é superavitária.

O vídeo elaborado pelos auditores também revela que, além das contribuições dos empregados e empregadores, a Previdência Social também conta com recursos que estão embutidos nos bens de consumo e serviços. Esses recursos, segundo a explicação no vídeo, devem ser repassados para a previdência.

Assista: