A esquerda desistiu de colocar as ideias sobre a mesa, afirma Jonathan Pie

“Eu tô dizendo isso há um mês, há quase um ano. Claro que a p**** do Trump ganhou”. É com essa frase que inicia um dos vídeos mais vistos de Jonathan Pie, um repórter de notícias britânico, fictício, criado na onda da sátira política e interpretado pelo ator e comediante Tom Walker. Além da análise sobre as eleições americanas, Pie faz duras críticas à esquerda política que segundo ele também tem sua parcela de responsabilidade nos resultados das eleições nos Estados Unidos. Na página oficial do personagem no Facebook, o vídeo teve mais de 300 mil compartilhamentos.

 

O repórter afirma que não ficou chocado com o resultado, pois Hillary Clinton não representaria uma mudança. Pie não deixou de lembrar do candidato Bernie Sanders. “Não me leve a mal, eu preferia que ela (Hillary) tivesse ganhado. Eu preferia votar em Lucifer a votar em Trump […] Mas cadê o Bernie Sanders? Eu não tenho dúvidas que Sanders teria vencido Trump com facilidade”, disse.

Jonathan Pie também afirma que grande parte da sociedade acredita na “mudança” que pode vir com Trump. Pie acredita que esse fenômeno ocorre devido ao fato de que, os militantes de esquerda, pararam de “debater”, de “conversar”, e mesmo de “persuadir e convencer” a população, pois hoje o que fazem com as pessoas é “hostilizá-las”, chamá-las de “fascistas” e dentre outros adjetivos sem se propor a conversar.

No Brasil, divulgado pela página Jornal Nova Pátria, o vídeo teve mais de 10 mil visualizações e 308 compartilhamentos.

 

Assista o vídeo: